Principais dicas do que fazer em Olinda

A Cidade é uma das mais conhecidas do estado de Pernambuco, com direito a visitação especial de cruzeiros marítimos. Confira o que fazer em Olinda com nossa lista de dicas.

Litorânea, histórica e próxima à capital Recife, Olinda ainda leva no “currículo” o status de ser considerada uma das cidades mais tradicionais e culturais do Brasil, com declaração oficial da ONU como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade em meados da década de 80. Dos bonecos regionais às praias, é o destino perfeito para quem quer aproveitar um pouco do nosso Nordeste nas férias. Encontrar o que fazer em Olinda não é nenhuma missão impossível. Dê uma olhada em nossa lista de atrações turísticas para curtir ao máximo.

Centro Histórico

Uma das memórias vivas da nossa história colonial. É caminhando entre as ruas e vielas que você passa a entender o motivo do município ter se tornado Patrimônio Histórico e Cultural. Passar pelos museus na rua do Amparo, restaurantes tradicionais, Praça do Carmo e casa dos Bonecos Gigantes. Se possível, segure no calendário até domingo, que é o dia do artesanato livre e desfiles de maracatu no final da tarde.

Convento de São Francisco

Nada mal visitar um convento construído no primeiro século de história do país depois da colonização, não é mesmo? O Convento de São Francisco não poderia ficar de fora de nossa lista do que fazer em Olinda por motivos óbvios: A decoração com azulejos portugueses das mais variadas cores, o contexto histórico que ele representa para o País, as capelas de São Roque e Sant´Ana, pintura que remete ao séc.18 da Sagrada Família e a igreja Nossa Senhora das Neves.

Igreja de São Bento

Painéis, colunas de arenito, cedro talhado, ouro, sacristia impressionante e um altar de 14 metros de altura completamente banhado em ouro. Todas essas características fazem da igreja São Benedito uma das mais “valiosas” da região. O ponto de encontro da pequena cidade de Olinda é justamente na frente da igreja, quando no final da tarde visitantes e moradores deixam o tempo passar lentamente, conversando e observando o movimento.

Alto da Sé

Se um dos finais de tarde pode ser apreciado na frente da Igreja de São Bento, o crepúsculo do próximo dia pode ser contemplado no Alto da Sé. Se tiver sorte, o cenário será daqueles para nunca mais esquecer, apenas lembre de fazer um ou outro registro, para que os seus amigos acreditem no que você está contando. Também é lá que você encontra a Catedral, sendo assim, não deixe de visitar a representação máxima da religiosidade de cidadezinha. Ah! Não também não esqueça de aproveitar a oportunidade de provar uma clássica tapioca ou um delicioso queijo coalho local.

Carnaval

Nada mais nada menos do que dois milhões de foliões visitam Olinda na época mais festiva do ano. As ladeiras ficam repletas de dançarinos e bonecos gigantes típicos da Cidade. São mais de 500 grupos carnavalescos desfilando pelas ruas, todos com a intenção de celebrar a festa de momo.

Praias

Se estamos falando de praia, entre um passeio e uma levada no som de maracatu, não podemos deixar de dar uma passada nelas, nem que seja para molhar o pé. Apesar de não serem as atrações principais como no caso de outros destaques turísticos do Nordeste, são ótimas opções do que fazer em Olinda naquele dia que separamos para relaxar. Consulte seu mapa, guias ou moradores locais para decidir entre a Praia do Carmo, a Praia do Farol, a da Casa Caiada e a Praia dos Milagres, ou mesmo um pouco de cada.

Artigos Relacionados

Posted by Administrador

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *