Muitas bandeiras de cartões e empresas de capital privado atualmente disponibilizam a opção de utilizar o que você gastou para trocar ou acumular pontos por milhas aéreas, o que pode ser aquele empurrãozinho que faltava para você e sua família saírem de férias no próximo verão. Mas afinal, qual a melhor maneira de acumular as milhas e onde posso fazer isso?

Hoje vamos disponibilizar algumas dicas para deixar você mais perto de suas férias tão esperadas. Com as milhas você vai economizar um valor surpreendente que dependendo do destino pode chegar a até 85% de desconto.

Dica número um: o seu cartão de crédito

Claro, que depende muito do valor que você costuma gastar com o seu cartão ou qual o tipo de gastos que você paga no cartão. Mas na maioria dos casos isso não acarretará em um aumento da fatura por conta das milhas. Dependendo da bandeira do seu cartão de crédito, a facilidade de acumular as milhas para viagens é muito maior.

Primeiro pela aceitabilidade do cartão em um grande número de estabelecimentos dos mais variados tipos. E segundo devido a validade das milhas, que possuem um prazo médio de dois anos e sua extensão para viagens pode ser até mesmo para viagens internacionais em destinos como a Europa ou as praias caribenhas.

Dica número dois: períodos promocionais do cartão

Em certos períodos do ano, principalmente como em datas comemorativas (exemplo: natal, ano novo ou qualquer outro feriado internacional e até em alguns feriados nacionais e ainda em datas completamente aleatórias) as maiores empresas do mundo dos cartões fazem promoções relâmpago que possibilitam as transferências de milhas já existentes para os programas de fidelidade com um acréscimo de 80%, as vezes o acréscimo pode ser menor e até mesmo maior que isso, dependendo da promoção que você estiver participando

Para ser avisado de quando isso ocorre o usuário precisa marcar no aplicativo do cartão um campo onde diz que deseja receber no seu smartphone a notificação da existência das promoções

Dica número três: pagamento de boletos

Ainda falando dos pagamentos com o cartão de crédito, você que mora numa cidade pequena ou até mesmo as grandes cidades, e está cansado de ter que se deslocar por longas distâncias muitas vezes arriscando a própria segurança para ir pagar sua conta de água por exemplo. Que tal começar a pagar suas contas sem nem sequer sair de casa pra isso e ainda conseguir acumular milhas com isso? Essa opção é viável para muitas bandeiras que possuem os aplicativos com a opção do pagamento de boletos pelo código de barras ou pelo seu número. Isso é possível para os cartões que possuem a bandeira Master Card ou VISA, por exemplo.

Dica número quatro: aplicativos

Nós sabemos que as compras nas lojas dos aplicativos como a App Store ou a PlayStore podem ser realizadas com a utilização do cartão de crédito. Sabemos também que os jogos da Sony (Play3, Play4 e Play5) e do Xbox Live (Xbox 360, Xbox OneS, X, All-Digital ou ainda Elite) podem também ser comprados com o cartão de crédito.

A grande surpresa para muitos nessa dica deve-se ao fato de que os gastos com os aplicativos de transporte, mais especificamente com um deles, também podem ser incluídos e convertidos para somar mais milhas para as suas viagens nas férias.

O aplicativo de transporte Uber fechou uma parceria com a empresa Smiles para converter o valor do trajeto em milhas. Cada real gasto no percurso pode gerar até três milhas, o pagamento não precisa necessariamente ser feito no cartão de crédito já que o valor gasto fica salvo na conta pessoal do usuário e é esse valor que pode ser convertido em milhas. Essa é uma grande vantagem para quem utiliza esse serviço para se deslocar de casa até o trabalho e do trabalho até em casa diariamente.

Dica número cinco: atividades físicas

Garanto que essa dica é bem inesperada e até mesmo um tanto quanto engraçada, porém em plataformas como o Heartbit isso é plenamente possível e viável. Na realidade o que acontece é que o aplicativo acompanha sua rotina diária de treinos e exercícios físicos para assim estipular a média de milhas.

Quanto maior a intensidade e a regularidade dos treinos é proporcionalmente maior o seu “pagamento” em milhas. A ideia surgiu em 2017 como um incentivo a prática de exercício físico. Você pode trocar o seu exercício por milhas em qualquer um dos aplicativos que utilizam a plataforma, como por exemplo o Strava, RunKeeper ou MapMyRun. As atividades que podem ser desenvolvidas são a caminhada, corrida ou ciclismo e a meta diária inicial de tempo é de aproximadamente meia hora com um aumento gradativo do tempo.

Nos últimos meses os usuários dos aplicativos têm relatado diversos problemas como o erro no momento de logar na conta ou problemas na hora da conversão do exercício praticado em milhas, o que em muitos casos acaba não acontecendo. Nem os aplicativos e nem a plataforma se pronunciaram em razão dos erros que vem ocorrendo.

Sem dúvidas essa pode ser a recompensa ou o estímulo que faltava para você que tenta juntar milhas por todos os cantos a começar a se exercitar. A plataforma teve muito sucesso e ficou conhecida mundialmente de maneira rápida pelo modo criativo de juntar milhas.

Dica número seis: parcerias com empresas

As vezes necessitamos realmente trocar algum equipamento ou eletrodoméstico essencial em nossa casa, mas o que muitos de nós não sabemos é que uma vasta gama de empresas, sejam as lojas ou as próprias marcas dos eletrodomésticos possuem parcerias com empresas ou companhias aéreas e a compra do eletrodoméstico possibilitará a conversão do dinheiro gasto por milhas aéreas.

Uma parceria significativa que podemos citar é da companhia aérea Azul com a Magazine Luiza, onde você pode trocar cada real gasto na loja por 2 pontos. Para participar é necessário fazer parte do clube TudoAzul, um programa de fidelidade da companhia aérea. A promoção vale apenas para compras realizadas no website da loja na compra de qualquer produto.